Família de Beatriz não acredita em versão apresentada por advogado


Notícias
18 de janeiro de 2022 às 22h29min - Por Karol Matos

Foto: Reprodução/TV Globo

A divulgação de uma carta escrita pelo homem apontado como assassino da menina Beatriz Angélica, causou diversos questionamentos na noite desta terça-feira (18). Até este fim de semana, Marcelo da Silva era representado pela advogada Niedja Mônica da Silva, mas hoje, Rafael Nunes se apresentou como novo representante do preso e divulgou um texto escrito a mão. No conteúdo, Marcelo afirma não ter matado Beatriz e diz que foi pressionado a confessar o crime.

A mãe da garota, Lucinha Mota, acredita que ele é sim o assassino, afirmando que “muitas pessoas querem ganhar holofotes com o Caso Beatriz”. A família ainda acha que a carta é uma estratégia do novo advogado. Na coletiva realizada pela Secretaria de Defesa Social, o Estado garantiu que a autoria do crime foi confirmada através de exames de DNA e, após ser confrontado com as provas, o homem, que está preso por crime sexual, confessou.