Cenário Político: Marília Arraes candidata faz a direita mudar estratégia no Recife


Colunas
27 de janeiro de 2020 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

Foto: Ricardo Stuckert

Uma entrevista do ex-presidente Lula ao portal UOL, sacudiu os bastidores da política no Estado. Ele antecipou que o PT vai ter candidatura própria na capital pernambucana e o nome é Marília Arraes. Da mesma forma que a petista foi rifada pela direção nacional em 2018, ela também será abençoada pela mesma, contrariando a decisão da direção municipal que defende publicamente a manutenção da aliança com o PSB.

Marília no páreo força a direita a concentrar suas forças em apenas uma candidatura, visando chegar a um segundo turno. Já estão em pré-campanha o deputado Daniel Coelho (Cidadania) e o ex-ministro Mendonça Filho (Democratas). Por fora, corre a delegada Patrícia Domingos, que tem conquistado a simpatia de muita gente. Com a divisão das candidaturas de esquerda, a possibilidade de múltiplas candidaturas no campo da direita vai por água abaixo. A ideia é evitar a polarização entre PSB x PT em um eventual segundo turno.

A confirmação de Marília afasta o PT de Paulo Câmara (PSB) e Geraldo Julio (PSB), obrigando os dois gestores a adiantar uma reforma administrativa para acomodar os aliados insatisfeitos com os espaços no governo, a exemplo do MDB e PSD. Uma outra candidatura ainda pode surgir na esquerda, já que alguns setores do PDT defendem que Túlio Gadêlha, apesar de não demonstrar interesse, dispute a Prefeitura do Recife. O pleito promete ser um dos mais duros e emocionantes, já que tem como tempero especial a batalha familiar entre os Campos e Arraes.

Apontando o caminho – Marília estará nesta terça-feira (28) com o ex-presidente Lula. O encontro acontecerá em São Paulo e contará com a presença de outros parlamentares e dirigentes da sigla. A reunião servirá para discutir o cenário eleitoral do Recife, que é uma das poucas capitais com chances de o PT chegar ao 2º turno.

Mudanças à vista – Com o aceno de Lula à Marília, o próximo passo deve ser a oficialização da sua pré-candidatura. O movimento favorece o MDB, que acabou perdendo protagonismo nos governos socialistas. Apesar de uma ala emedebista estimular a candidatura de Raul Henry (MDB), é mais provável que o seu partido possa ocupar a vice na chapa de João Campos (PSB), frustrando as expectativas do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

Dando as caras – Quem resolveu aparecer pelas ruas do Recife foi o deputado federal Túlio Gadêlha (PDT). Ele foi visto no último final de semana, ao lado de assessores, em algumas das diversas prévias carnavalescas que já esquentam o clima na capital pernambucana. Entre um passo e outro, Gadêlha registrou o diálogo com alguns eleitores nas suas mídias sociais.

Fim das férias – O deputado Erick Lessa (PP) encerrou suas férias ao lado da família, no litoral alagoano, na última sexta-feira (24). Ele vai voltar suas atenções para o município de Caruaru, onde é pré-candidato a prefeito. Planejamento eleitoral, conversas com pré-candidato ao legislativo e visitas a comunidades devem ocupar sua agenda neste próximo período.

União – Empresário e líder político do grupo 3ª Via, na cidade de Jataúba, Val Ribeiro (Boy) conquistou um importante reforço no último sábado (25). Ele recebeu o apoio do vice-prefeito Fábio Mamão (PSB). O evento contou com as presenças da deputada e presidente estadual do PSDB, Alessandra Vieira, e do deputado e presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz. Boy é pré-candidato a prefeito do município.

Renovação – A juventude do PDT estuda apresentar uma candidatura para disputar uma das vagas na Câmara Municipal de Caruaru, nas eleições deste ano. O grupo esteve reunido na noite de ontem (26), com a finalidade de organizar um planejamento político. Ao que tudo indica, o nome que deve ser trabalhado é o da estudante de Engenharia Civil Joana Grego.


Comentários