Coluna da sexta-feira


Colunas
13 de novembro de 2020 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

Foto: Andreza Ferreira

Raffiê se projeta para o futuro

De longe, Raffiê Dellon (PSD) é o candidato mais preparado entre os nomes da oposição que estão disputando o comando da Prefeitura de Caruaru, mas o jovem tem sentido na pele as adversidades de um processo eleitoral. Um dos maiores obstáculos que Dellon tem enfrentado é a falta de estrutura para encarar de frente a máquina pública que tem trabalhado em favor da prefeita Raquel Lyra (PSDB), que mesmo se ausentando dos debates, mantém o favoritismo. 

Com chapas proporcionais frágeis na base de apoio, o nome de Raffiê não conseguiu chegar em todos os espaços da cidade da maneira que deveria. Um outro fator que foi por diversas vezes explorado e até visto com desconfiança por alguns comunicadores foi a sua pouca idade para disputar um cargo com essa dimensão, mas durante os confrontos em debates e sabatinas, Dellon sempre mostrou domínio sobre as questões relacionadas ao município e não deixou nenhuma pergunta sem reposta.

No próximo pleito, Raffiê não será mais a novidade que tanto pregou este ano e vai precisar ir em busca de um novo mote para o seu projeto. Esse também será o tempo necessário para novas articulações e correções de falhas. Com o favoritismo e a boa aprovação que tem a atual gestora, essa eleição tem tudo para acabar no próximo domingo (15), mas a votação do ex-diretor da 4ª Ciretran será um divisor de águas e a porta de entrada para uma promissora carreira política.

Estratégia – Nos dois últimos debates realizados em Caruaru, Raffiê Dellon (PSD) teve por alguns momentos um confronto mais acalorado com Marcelo Gomes (PSB). Os dois disputam a 3ª colocação na corrida eleitoral, e os números de agora podem ser um diferencial em um futuro próximo.

Conteúdo – Essa eleição evidenciou a falta de preparo de grande parte dos candidatos majoritários. Essa afirmação se estende também aos que buscam pela primeira vez um assento na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Ficou visível em propostas apresentadas, que os concorrentes não conhecem a função que se colocaram para ocupar. 

Fim – Nesta quinta-feira (12) foram ao ar no rádio e na TV os últimos guias eleitorais desta eleição. Com poucos ataques ou polêmicas, os candidatos se resumiram tentando convencer o eleitor de qual projeto era o melhor para Caruaru. Já a prefeita Raquel Lyra (PSDB) apresentou suas realizações desde que assumiu o Palácio Jaime Nejaim. 

Baixaria – Nos últimos dias a eleição na cidade de Agrestina se tornou uma verdadeira guerra de acusações entre a militância e as assessorias dos candidatos. Pouco conteúdo sobre a melhoria das ações para o município vem sendo discutidas, o que acaba empobrecendo o processo eleitoral e o estímulo no voto consciente. 

Novo estrutura – Em coletiva realizada ontem (12), o Governo de Pernambuco anunciou a abertura de mais 107 leitos, sendo 60 de UTI e 47 de enfermaria, para o atendimento aos pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em hospitais de referência.


Comentários