Coluna da segunda-feira


Colunas
16 de novembro de 2020 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

Foto: Miva Filho

Laura pode salvar o PSB em Caruaru 

Em uma eleição marcada por surpresas, a suplente de deputada estadual Laura Gomes (PSB) deve reocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Isso só será possível pelo fato do deputado Sivaldo Albino (PSB) ter vencido as eleições para prefeito em Garanhuns. Por assumir a segunda suplência do então parlamentar, Laura ainda precisa torcer pela já esperada reforma administrativa no Governo do Estado, que vai precisar reorganizar alguns espaços no primeiro escalão.

Caso esse cenário se confirme, Laura Gomes poderá salvar indiretamente o partido em Caruaru, que esse ano disputou a prefeitura do município e ficou apenas em 5º lugar, com 3.513 votos. Outro detalhe é que o Partido Socialista Brasileiro também ficará sem representação na Câmara Municipal, já que não atingiu o quociente eleitoral, alcançando somente 1.041 votos.

Mesmo com a possível ida de Laura para a Alepe, a sigla sofre uma grande derrota eleitoral na cidade, já que Marcelo Gomes (PSB) tinha importantes apoios no seu palanque, a exemplo dos ex-prefeitos José Queiroz (PDT) e Tony Gel (MDB), que não conseguiram transferir os votos suficientes para o candidato decolar. O momento será de juntar os cacos e reorganizar o maior partido do estado em Caruaru.

Inesperado – Outra surpresa foi o grande número de vereadores que não se reelegeram em Caruaru, a exemplo de Daniel Finizola (PT), que era a prioridade do partido, e Edjailson da Caru Forró (PSDB), que tinha um grande volume de campanha nas ruas. Dos 23 parlamentares, apenas oito renovaram o mandato.

Novo desenho – Apesar da grande renovação na Casa Jornalista José Carlos Florêncio, alguns candidatos já apresentaram durante a campanha que as práticas são as mais velhas possíveis, como Kátia das Rendeiras (Republicanos), que emporcalhou os colégios eleitorais com santinhos e panfletos.

Na ponta – Criticada durante toda a campanha por demais colegas de partido, a professora Perpétua Dantas (PSDB) foi a candidata a vereadora mais votada de Caruaru. Ela obteve 3.200 votos e deixou para trás parlamentares experientes e com histórico de boas votações, a exemplo de Lula Torres (PSDB) e Leonardo Chaves (PSDB).

Decepção – O Delegado Lessa (PP) teve uma votação muito abaixo do esperado. Colocado como o nome mais forte para ir a um possível segundo turno contra a prefeita Raquel Lyra (PSDB), o candidato se atrapalhou na estratégia e recebeu a confiança de 32.910 caruaruenses, ficando atrás da tucana com uma larga diferença de 81.556 votos, frustrando a esperança de muitos dos seus apoiadores.

Identidade – Candidato a prefeito de Caruaru pela primeira vez, Marcelo Rodrigues (PT) alcançou 2,90% dos votos. O petista não contou com uma grande estrutura de campanha, a exemplo do seu xará Marcelo Gomes (PSB), mas mesmo assim foi votado por 4.964 caruaruenses. Nos bastidores, afirmam que o resultado é graças a imagem do ex-presidente Lula, já que o advogado não tem ligação com o partido.


Comentários