Coluna da quinta-feira


Colunas
19 de novembro de 2020 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

Foto: Divulgação

A bola da vez

Político jovem e em ascensão, Miguel Coelho (MDB) foi reeleito no último domingo (15) em Petrolina com 121.300 votos, o que significa 76,19% do total. O resultado deve levar o emedebista a um outro patamar no processo eleitoral de 2022. Caso a tendência de vitória de Marília Arraes (PT) no Recife se confirme, os opositores ao PSB no estado buscarão protagonizar a política pernambucana.

Entendendo a dinâmica, membros que compõem o bloco de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco emplacaram ainda ontem (18) o deputado Antonio Coelho (DEM) como novo líder do grupo, tarefa antes ocupado por Marco Aurélio (PRTB), que saiu do pleito municipal menor do que entrou. A sinalização fortalece o gestor sertanejo na capital pernambucana, já que além de estarem no mesmo campo, ele e o parlamentar são irmãos. 

Outros nomes que foram reeleitos com expressiva votação também estão no páreo para liderar um novo projeto no estado, a exemplo de Anderson Ferreira (PL) e Raquel Lyra (PSDB). Qualquer movimento feito pela oposição no próximo período passará por eles, mas o oitavo prefeito mais votado do país sem dúvidas reúne os principais requisitos para encarar o desafio, e deverá sim ser a bola da vez.

Idas e vindas – O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma liminar que autoriza a volta de Junior Matuto (PSB) à Prefeitura de Paulista. O socialista foi afastado de suas funções pela segunda vez em 22 de outubro, por uma determinação do TJPE, devido às operações Chorume e Locatário.

Desembarque – A direção estadual do PV anunciou ontem (18), através de nota, o rompimento político com o PSB na eleição do Recife. No texto, os membros do Partido Verde apontaram “deslealdade” por parte dos socialistas. Alguns dirigentes já vinham declarando apoio a Marília Arraes (PT), desde o início da tarde desta quarta-feira.

O troco – uma das principais aliadas de Marília Arraes (PT), a deputada estadual Teresa Leitão (PT), devolveu as indagações feitas pelo deputado federal Felipe Carreras (PSB). A petista relembrou os apoios dos partidões de direita que estão na aliança com João Campos (PSB), desde o 1º turno, e rememorou o apoio dos socialistas a Aécio Neves em 2014.

Congelou – Se o cenário político em Caruaru estava frio durante o processo eleitoral, após o último domingo (15) ele congelou. A prefeita Raquel Lyra (PSDB) ainda não deu nenhuma sinalização sobre o seu novo secretariado. Por enquanto, as atenções estão voltadas para o resultado final do 2º turno no Recife.

Atitude – A prefeita eleita de Bezerros, Lucielle Laurentino (DEM), ainda nem assumiu o comando da prefeitura e já vem anunciando decisões importantes para o próximo ano. De antemão, a democrata já suspendeu as festividades carnavalescas de Bezerros por conta da pandemia.


Comentários