Coluna do sábado


Colunas
21 de novembro de 2020 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

Foto: Roberto Soares

É preciso se reciclar 

Após obter menos votos do que a eleição de 2016, quando por pouco não chegou ao 2º turno, o deputado estadual Erick Lessa (PP) vai precisar se reciclar para os próximos desafios. Apontado como o principal adversário da prefeita Raquel Lyra (PSDB) durante o período de pré-campanha, ele não conseguiu coresponder às expectativas dos caruaruenses e acabou morrendo na praia abraçado aos demais candidatos da oposição.

Mesmo com uma atuação de destaque na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Lessa vai enfrentar dificuldades para renovar o mandato, já que não conseguiu ampliar suas bases políticas em outros municípios. Um ponto positivo foi a sua coligação ter eleito cinco vereadores, sendo dois do seu partido. Porém, é preciso acompanhar de perto a atuação de cada um, para que não cedam aos encantos do Palácio Jaime Nejaim.

O discurso pouco agregador também acabou afastando possíveis aliados que poderiam dar musculatura ao seu projeto. A sucessão de erros pode refletir e muito em 2022. Caso o delegado não mude a estratégia, sua caminhada política pode ficar pelo meio do caminho, amargando uma derrota ainda mais decepcionante que as já acumuladas até aqui.

Chegou tarde – Faltando apenas três dias para o fim do 1º turno, a direção nacional do Progressistas encaminhou R$ 230 mil para Erick Lessa. Talvez a demora no envio do recurso pode ter sido um dos fatores que atrapalhou a candidatura do delegado. No geral, ele declarou que o custo total da sua campanha foi de R$ 408.832,75.

Disputa – Após João Campos (PSB) ter publicado uma foto com Troinha afirmando que o Mc declarou apoio a sua candidatura, o artista acusou o socialista de ter criado uma fake news. Para superar o ocorrido desconfortável, ele reafirmou seu compromisso com a Marília Arraes (PT) e produziu uma música para sua campanha.

Reforço – Acompanhado do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) desembarca no Recife. O pedetista chegará na capital pernambucana amanhã (22), onde, de acordo com informações de bastidores, deve oficializar o apoio à candidatura de João Campos (PSB). Ciro cumprirá uma agenda conjunta com o presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz, que também é líder da bancada na Câmara dos Deputados.

Gesto – Após resultado negativo nas urnas do seu candidato em Caruaru, o deputado estadual Tony Gel (MDB) declarou em suas redes sociais o apoio a João Campos (PSB). Sage o momento o emedebista não tinha se pronunciado sobre o processo eleitoral no Recife. Por estar se recuperando de um câncer, o parlamentar tem evitado participar de campanha de rua.

Blitz – O deputado estadual Alberto Feitosa (PSC), realizou na última quinta-feira (19), uma blitz pelas ruas do centro do Recife e Boa Viagem, denunciando a quantidade de moradores de rua que existem na cidade. O parlamentar comentou ainda uma pesquisa realizada pelo IBGE, que recentemente apontou Recife como a capital brasileira da desigualdade.


Comentários