Após vandalismo, estátua de Reginaldo Rossi recebe limpeza


Notícias
22 de fevereiro de 2021 às 18h30min - Por Américo Rodrigo

Foto: Marcos Pastich

A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) enviou uma equipe do órgão na manhã desta segunda-feira (22) para realizar a limpeza da estátua de Reginaldo Rossi, no Pátio de Santa Cruz, vítima de ação de vandalismo com pichações em partes integrantes da obra. Os funcionários da autarquia retiraram a tinta usada e deixaram a estátua tal como foi recentemente entregue à população da cidade. 

Reginaldo Rossi foi a 18ª personalidade pernambucana a ser homenageada com uma obra, integrando o Circuito da Poesia. A Prefeitura do Recife gasta uma média de R$ 2 milhões por ano devido a danos causados por pichações e vandalismo, valor que poderia ser investido na construção de creches e upinhas.

A estátua foi entregue à população do Recife no dia 2 de fevereiro. A escultura, que mostra o cantor em uma mesa de bar, objeto eternizado em uma de suas músicas de maior sucesso, “Garçom”, teve um investimento de R$ 35 mil e foi elaborada pelo artista Demétrio Albuquerque. 

O cantor e compositor Reginaldo Rossi, morto aos 69 anos, em 2013 ficou conhecido por “Rei do Brega” devido a suas populares canções que falam de amor e traições. Em contrapartida, também cantou músicas enaltecendo o Estado de Pernambuco e sua capital, Recife, sempre elencando as belezas naturais da região. Em 2020 foi declarado Patrono do Brega.