Podemos filia General Santos Cruz em evento com Sergio Moro


Notícias
25 de novembro de 2021 às 15h00min - Por Karol Matos

Foto: Robert Alves

Depois de filiar Sergio Moro, o Podemos anunciou a filiação do General Santos Cruz. O evento aconteceu na manhã desta quinta-feira (25), em Brasília.

“É uma honra. Mais um grande presente para o Podemos”, disse a presidente do partido, deputada federal Renata Abreu (SP).

General da reserva, Carlos Alberto dos Santos Cruz atuou como comandante das forças de paz da ONU no Haiti entre os anos de 2007 e 2009. Em 2013, foi escolhido pela Força de Paz da ONU para suceder o tenente-general indiano Chander Prakash Wadhwa no comando da Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo. Em 2018, assumiu o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência do Brasil.

Sergio Moro, um dos responsáveis pela filiação de Santos Cruz ao Podemos, saudou a chegada do seu novo colega de partido. “O ato de hoje representa o projeto que queremos para o Brasil. Um projeto com ideias, mas acima de tudo com pessoas de credibilidade. Aqui temos uma síntese da nossa proposta. O Podemos ganha muito”, afirmou Moro.

Ao se filiar, Santos Cruz se colocou à disposição para ajudar o Brasil. “Acredito no projeto e na pessoa de Sergio Moro. É uma oportunidade participar e apoiar esse projeto liderado pelo Podemos”, pontuou.

O general contou que recebeu convite de outras siglas mas escolheu o Podemos e que vai valorizar uma série de princípios dentro partido, como respeito, diálogo, honestidade, sinceridade e transparência.

“O respeito tem que ser restaurado no Brasil. Respeito às pessoas, às instituições, aos demais partidos. Diálogo e respeito devem ser mantidos. Não podemos descer para uma campanha de fake news em que o Brasil não vai ganhar nada. Esse extremismo entre direita e esquerda leva à violência. O Brasil tem que repudiar todo esse fanatismo político”, advertiu.

Santos Cruz também rejeitou a criminalização da política e destacou que as soluções devem ser construídas dentro da democracia. “A política não pode ser criminalizada. A política é a única forma de mudar a realidade. As soluções devem aparecer dentro do processo político”, reforçou.

Por fim, defendeu a valorização das políticas públicas no Brasil. “A educação é a esperança de futuro que nós temos. Precisamos traduzir democracia em saúde, educação, moradia, alimentação, segurança, emprego, honestidade e transparência”, pontuou.

Líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR) também deu as boas vindas a Santos Cruz. “Nossas homenagens ao general Santos Cruz que vem valorizar a missão assumida pelo Sergio Moro. Nós renegamos o ódio, seja da esquerda ou da direita. Nós estamos aqui para a construção. Com Moro e Santos Cruz e outros tantos, vamos buscar de volta o país que nos roubaram”, Alvaro Dias (PR).

O líder na Câmara, deputado federal Igor Timo (MG), disse que as novas filiações demonstram a força politica do Podemos, e que o partido tem os melhores nomes para 2022. “Não há que se falar em terceira via. Somos a melhor e única via para o futuro Brasil”.

No próximo dia 4 de dezembro, o Podemos vai filiar o deputado Maurício Dziedricki (RS). O ato, que será em Porto Alegre, terá a presença da Presidente Renata Abreu, de Sergio Moro e dos senadores Alvaro Dias (PR) e Lasier Martins (RS).