Cenário Político: Pesquisas refletem o momento


Colunas
23 de dezembro de 2019 às 00h00min - Por Américo Rodrigo

O Centro Universitário Tabosa de Almeida (Asces-Unita) divulgou uma pesquisa de intenção de votos para prefeito em Caruaru, nesta última semana. A menos de um ano das eleições, os números mostram que o município tem tudo para viver novamente um segundo turno. A prefeita Raquel Lyra (PSDB) apareceu na dianteira com 31% dos votos. Já os três representantes da Alepe que estão sonhando em sentar na cadeira do Palácio Jaime Nejaim a partir de 2021 patinam entre 10% e 20%.

Apesar de pesquisas refletirem o momento, os dados precisam ser observados com atenção. Mesmo a tucana liderando a corrida eleitoral, os números mostram que ao somar os votos válidos, 51,5% dos entrevistados desejam outra pessoa à frente da Prefeitura de Caruaru, o que não anula a possibilidade de que ela tenha êxito, já que dificilmente haverá uma união da tão fragmentada oposição contra Raquel.

Além disso, 67% dos entrevistados apontaram não querer votar em candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo governador Paulo Câmara (PSB), mostrando a rejeição dos dois governantes em Caruaru. Coincidência ou não, ambos não venceram as últimas eleições no município.

Diante da polarização que vive o país entre os dois projetos que disputaram o segundo turno nas eleições em 2018, o próximo pleito municipal tem tudo para ser nacionalizado. O desemprego que se mantêm persistente no Brasil foi apontado como um dos principais problemas da cidade. Em consequência disso, o trabalho informal tem crescido e em Caruaru não é diferente. Os candidatos que tiverem dificuldade em se posicionar com questões relacionadas ao cenário nacional que influenciam no município poderão acabar saindo em desvantagem.

Sinal de alerta – O deputado Fernando Rodolfo apareceu apenas com 2,3%, mostrando que o parlamentar mesmo não oficializando sua pré-candidatura precisa melhorar sua imagem política no município. Apesar de muito barulho, as atuações de Rodolfo não têm refletido em Caruaru.

Dando exemplo – Em clima de confraternização, o pré-candidato a prefeito de Caruaru, Raffiê Dellon, vai reunir alguns setores da imprensa no fim da tarde de hoje (23), para prestar contas do seu trabalho à frente da 4ª Ciretran e dialogar sobre o que ele espera para 2020. O jovem tem conquistado importantes apoios para as eleições.

Faz falta – A prefeita Raquel Lyra (PSDB) e os deputados que representam Caruaru na Alepe e na Câmara Federal se mantêm distantes da imprensa da região. As celebrações de fim de ano trazem consigo a oportunidade de criar um momento para estreitar os laços e também de prestar contas da atuação durante o ano. Fica a dica.

Quartel General – O PSL inaugurou na última sexta (20) sua sede em Caruaru. O evento reuniu militantes da sigla e apoiadores da pré-candidatura de Manoel Santos. Outros partidos de maior expressão no município também deveriam seguir o exemplo. É mais uma forma de aproximar a população da política.

Nada de recesso – A Câmara Municipal de Caruaru deve encerrar seus trabalhos apenas nos últimos dias do ano, pois como já é de costume, o executivo sempre manda um pacotão de projetos para serem analisados com urgência pelos vereadores. A segunda votação do Plano Diretor, por exemplo, acontecerá na próxima terça (24), véspera de Natal.


Comentários