“O racismo mostrou sua cara selvagem em Porto Alegre”, diz João Arnaldo


Notícias
20 de novembro de 2020 às 16h45min - Por Américo Rodrigo

Foto: Sérgio Maranhão

Nesta sexta-feira (20), João Arnaldo (PSOL), candidato a vice-prefeito do Recife na coligação Recife Cidade da Gente, encabeçada por Marília Arraes (PT), comentou o caso do assassinato do homem negro João Alberto Freitas, 40 anos. O crime brutal ocorreu numa unidade do Carrefour em Porto Alegre na última quinta-feira (19). O psolista publicou uma nota sobre o assunto em seu perfil no Instagram.

“O racismo mostrou sua cara selvagem em Porto Alegre e vamos exigir punição rigorosa contra todos os envolvidos nas agressões cruéis que levaram à morte de João Alberto Freitas, inclusive a empresa que tem responsabilidade direta no ato”, escreveu João Arnaldo na rede social.

O assassinato ocorreu na véspera do Dia da Consciência Negra, que é celebrado neste dia 20. “Hoje é o dia da consciência negra, mas é também um dia de afirmar toda a indignação e revolta contra o racismo, que é a maior tragédia humana de todos os tempos e continua sendo uma mácula estrutural de desigualdade, preconceito e violência em nossa sociedade”, concluiu João Arnaldo.

A chapa Recife Cidade da Gente tem, entre outras propostas, a inserção de mulheres negras no mercado de trabalho. O programa Retomada vai destinar 1% da receita corrente líquida para esse tipo de políticas públicas. Também há projeto para melhorar os cursos de qualificação já oferecidos para a população. A ideia é investir em cursos com demanda de mercado para que os beneficiados saiam da profissionalização já com emprego.


Comentários